terça-feira, 22 de novembro de 2016

CÉREBRO PRA QUÊ?



Eu sou meio maluco de ficar rolando as setas do computador pra baixo e pra cima e lendo as manchetes de sites que curti no Facebook. Tem coisa legal e tantas e tantas que nem vale à pena gastar minhas retinas pelo brilho da tela do computador lendo.

Mas tem aquela que logo desperta a mente para escrever. Essas dificilmente não me remetem a escrever pensando em um fato ocorrido com alguém ou na minha cidade e com mais certeza no meu país.

Vi uma manchete na página do Facebook de um dos sites de notícia que curto, curto só pra achar curiosidade, que dava conta que o Facebook iria lançar um aplicativo para ajudar a esquecer o/a ex.

Hoje temos aplicativo pra tudo. Mas esse aí me fez lembrar que a moda de hoje é ficar deitado no sofá ou na cama e ter alguém que faça as coisas pra nós. O Facebook sabe disso e ajuda as pessoas a não gastarem seus cérebros. Essa máquina não perfeita e útil.


No fim, parece que com esses aplicativos a cada dia cresce mais o número de pessoas acéfalas. Afinal, cérebro pra quê, se temos aplicativos?

Nenhum comentário: