quarta-feira, 23 de novembro de 2016

DESENCONTRO COM FÁTIMA BERNARDES

Todos os programas de televisão agora são obrigados a trazer o indicativo da idade para o qual o conteúdo daquele programa é ofensivo.

O programa Encontro com Fátima Bernardes parece necessitar ainda mais desse indicativo.

Ora, um público que socorre um bandido ferido e despreza a polícia se estivesse na mesma circunstância é nocivo a todas idades e pessoas de bem.

Aprendi que nunca o bandido será o mocinho. Não foi à toa que o repórter Caco Barcelos da mesma emissora de Fátima foi expulso da cobertura de uma manifestação contra os desmandos do governo.

Se seu público fosse sincero certamente perceberia que é a polícia que protege a população, dar a vida por ela e ganha muito mal para isso.


Pergunto: o público teria a mesma opinião se o programa fosse do Datena? Do Boechat? E outros que não buscam audiência a qualquer custo?

Nenhum comentário: